Lusodescendente morreu após queda no “World Trade Center”

Uma mulher lusodescendente morreu, sábado, após uma queda de 10 metros, no World Trade Center, em Nova Iorque.

Jenny Santos caiu de uma altura de cerca de 10 metros quando se esticou para apanhar o chapéu que a irmã gémea, Jessica Santos, deixou cair na escada rolante do World Trade Center Oculus, o terminal de transportes criado pelo arquiteto Santiago Calatrava, em Manhattan, Nova Iorque.

Segundo a imprensa local, Jenny esticou-se para apanhar o chapéu da irmã, mas debruçou-se demasiado na escadaria e caiu. Foi assistida no local e levada ao hospital de Bellevue, mas não resistiu aos ferimentos.

Jenny , de 29 anos, era filha de pais portugueses e vivia em Kearney, com a irmã gémea e a mãe. O pai já tinha falecido. Era professora de remo na Academia de Remo do Condado de Bergen.

Foi a primeira morte registada na estação Oculus, o centro do terminal de transportes do World Trade Center, espaço inaugurado em março de 2016 que substituiu a estação destruída nos ataques de 11 de setembro de 2001.

Leia mais: Lusodescendente morreu após queda no “World Trade Center” http://www.jn.pt/mundo/interior/lusodescendente-morreu-apos-queda-no-world-trade-center-5662465.html#ixzz4YadAC4sI
Follow us: jornalnoticias on Facebook

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas

Leave a Comment