Finalmente encontradas as causas da morte de George Michael

Dois meses e meio depois do desaparecimento prematuro de George Michael, aos 53 anos de idade, a investigação da sua morte foi finalmente concluída e os resultados dos exames toxicológicos revelados ao público.

O cantor britânico, que foi encontrado sem vida no dia de Natal, morreu “de causas naturais”, devido a um coração enfraquecido e um fígado danificado, segundo Darren Salter, o médico legista encarregue do caso.

“Uma vez que as causas naturais da morte foram confirmadas – cardiomiopatia dilatada com miocardite e fígado gordo – a investigação vai ser terminada e não há necessidade de continuar as averiguações”, revelou Salter.

O anúncio também significa que o funeral de George Michael, que estava dependente do resultado dos exames, poderá finalmente ser marcado.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas

Leave a Comment