Concorrente sueco critica o discurso de Salvador Sobral, após vencer EUROVISÃO

Salvador Sobral afirmou que vivemos num mundo de “música “fast food””, algo que não agradou a Robin Bengtsson, o sueco que foi seu concorrente na Eurovisão. “O teu discurso, depois de ganhares o ESC, foi abaixo do nível de um verdadeiro vencedor”, declarou.

“Vivemos num mundo de música descartável, música “fast food”. A música não é fogo-de-artifício, a música é sentimento”. A afirmação é de Salvador Sobral e marcou o seu discurso de vitória na conferência de imprensa que se seguiu à final do Festival Eurovisão da Canção. A declaração parece, todavia, não ter agradado a todos.

Robin Bengtsson, que concorreu pela Suécia, reagiu com insatisfação às declarações do cantor português sobre o estado atual da música. No seu Instagram, e através de uma fotografia sua tirada durante uma entrevista, o participante lançou farpas às afirmações de Salvador. “Numa conferência de imprensa em Kiev, provavelmente a falar sobre música “fast food” descartável. Parabéns pela tua vitória, Salvador Sobral. Eu gosto mesmo da tua canção e da forma como tu a cantas, mas acho que o teu discurso, depois de ganhares o ESC, foi abaixo do nível de um verdadeiro vencedor”, começa por dizer Robin Bengtsson.

O cantor considera que “música pop “fast food” pode ser a melhor coisa do mundo, no lugar e tempo certos”. E ressalva: “Assim como a tua bonita canção. Há espaço para todos.”

Robin Bengtsson deu-se a conhecer ao grande público sueco em 2008, no talent show “Idol” (formato que em Portugal recebue o nome de “Ídolos”), não indo além do terceiro lugar. No Festival Eurovisão da Canção, o cantor sueco interpretou a canção “I Can’t Go On” e chegou à final do concurso, terminando em quinto lugar com 344 pontos, a 414 de Salvador Sobral.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas

Leave a Comment