Portuguesa morta com golpe no pescoço

Uma portuguesa de 36 anos, natural da Praia da Vitória, Açores, e emigrada desde criança na zona de Fall River, Estados Unidos, foi assassinada com um golpe de faca no pescoço pelo companheiro, com quem vivia há quatro anos.




Kristina Reis ter-se-á tentado defender e ainda feriu o suspeito, o lusodescendente Scott Rego, de 26 anos, com uma facada no peito. O crime ocorreu na última semana de maio, em Fall River, cidade alvo de forte emigração portuguesa no estado do Massachusetts. Scott Rego foi detido no hospital.

O casal tinha uma relação atribulada. Familiares relatam várias discussões anteriores. Já tinham sido ambos detidos e condenados por agressões um ao outro. Scott Rego foi sentenciado no dia 2 de abril a pena suspensa por, em 2016, ter atacado a companheira. Colocou as mãos à volta do pescoço de Kristina Reis, bateu-lhe com um cinto e apagou um cigarro na sua coxa.

Tudo porque acreditava que ela tinha um amante. A vítima descreveu então às autoridades lesões antigas, incluindo um nariz partido. Mas nos registos policiais há também queixas do homem e Kristina, que deixa um filho, foi várias vezes detida por bater no companheiro.

 

 




Em janeiro de 2016 foi condenada a 60 dias de cadeia por o golpear 2 vezes com uma faca no peito. Em 2014 já tinha sido condenada a 30 dias. Agora, a polícia foi chamada por Rego, que alegou que se esfaquearam um ao outro. A mulher estava morta no alpendre da casa, que tinha sangue no chão e nas paredes.

 

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas