PEDOFILIA: Pais e pedófilo condenados no PORTO

Famílias deixavam crianças ser fotografadas nuas para receberem dinheiro de empresário do imobiliário. Agressor vai passar sete anos e seis meses na prisão.




Um agente imobiliário de Santa Maria da Feira foi condenado a sete anos e seis meses de prisão por crimes de pornografia de menores, recurso à prostituição de menores, abuso sexual de criança e detenção de arma proibida. Segundo os juízes das Varas Criminais do Porto, Manuel Alves emprestava avultadas quantias a famílias em dificuldades financeiras, mas exigia em troca manter relações com as mulheres e que estas lhe enviassem fotografias das filhas menores em pose sexual e despidas.

 

FONTE: JN

Notícias relacionadas