Detidos suspeitos de assalto a casa na foz do Porto

A Polícia Judiciária anunciou, esta sexta-feira, a detenção de dois homens “fortemente indiciados” pela prática de roubo agravado numa residência nas imediações da foz do Douro, no Porto, e de detenção de arma proibida.

Em comunicado, a PJ refere que os crimes ocorreram a oito de maio de 2016 e detalha que os detidos são dois dos quatro alegados responsáveis pelo referido roubo.

A PJ explica que “os outros dois autores, embora identificados, não poderão ser responsabilizados criminalmente, visto que uma era inimputável em razão da idade, à data dos factos, e o outro faleceu em acidente, amplamente noticiado, ocorrido no ano passado nas festas do Senhor de Matosinhos”.

Na operação relacionada com este caso foram apreendidas as armas utilizadas na prática do crime: facas e réplica de arma de fogo.



Ainda de acordo com a nota, o plano deste delito foi “ardilosamente traçado”, sendo que, descreve a PJ, “os arguidos serviram-se da prévia relação de amizade estabelecida por parte de um deles com os ofendidos, para que aquele lhes facilitasse a entrada no interior da habitação e lhes indicasse o melhor momento para cometer os factos ilícitos em causa”.

Os detidos têm 18 e 21 anos de idade, sendo um estudante e outro empregado de balcão, ambos com antecedentes policiais por crimes contra a propriedade e ofensas à integridade física.

Serão presentes ainda esta sexta-feira a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas