Médicos encontram 200 pedras em corpo de mulher

Mais de 200 pedras foram removidas do corpo da mulher, identificada como Chen, de 45 anos, numa operação realizada na China, no Hospital de Guangji.


Uma das razões é não tomar o pequeno-almoço regularmente. A maior parte das pedras foram retiradas da vesícula e do fígado, onde estavam alojadas há mais de dez anos. A operação durou seis horas e meia e os cirurgiões disseram que aquele era o resultado de anos sem tomar o pequeno-almoço, a refeição mais importante do dia. Nas imagens, podemos ver as pedras que estavam alojadas no corpo da mulher de 45 anos.  No início, a vítima começou a sentir dores abdominais, que perduraram por dez longos anos. Como tinha medo de saber o que poderia ser, nunca se dirigiu ao hospital. Há cerca de uma semana, a dor tornou-se insuportável e teve de seguir o conselho dos médicos e ser operada. O doctor Quan Xuwei, que liderou a operação, afirmou que “quando não se toma o pequeno-almoço, a vesícula não se consegue expandir, levando a uma acumulação da bílis”, como adianta o jornal The Metro. Consequentemente, isto leva a um colesterol e níveis de cálcio elevados.

Notícias relacionadas