Videojogos podem ser incluídos no programa Olímpico




A presidente da Comissão de Atletas do Comité Olímpico Internacional, norte-americana Angela Ruggiero, considerou que “vale a pena estudar” a possibilidade de incluir os videojogos no lote de modalidades olímpicas.

“Quando é que um desporto passa a ser um desporto? Vale a pena colocar a questão”, afirmou Angela Ruggiero, no final da sessão de quinta-feira da Assembleia Geral do Comité Olímpico Internacional (COI), considerando que o organismo deve “perceber o significado e importância” dos videojogos.

A antiga jogadora de hóquei sobre o gelo corroborou declarações recentes do presidente do COI, que recentemente afirmou que um reconhecimento dos videojogos como desporto olímpico passaria sempre “pela eliminação da violência”.

No final de agosto, em entrevista à imprensa chinesa, Thomas Bach admitiu estudar a possibilidade de os videojogos passarem a ser uma disciplina olímpica, mas sem qualquer conduta violenta.



Notícias relacionadas