▶️ Vídeo: Bancário “compra” menor para relações sexuais






Um homem de 60 anos foi detido pela Polícia Judiciária por suspeitas de ter ‘vendido’ a própria filha menor a um bancário para ter relações sexuais com o pedófilo, em Viseu. O bancário também foi detido.

Ambos estão em prisão preventiva a aguardar o desenvolvimento do processo. Os dois homens foram detidos depois de terem sido denunciados pela menor, agora com 13 anos. Os homens residem numa zona da periferia da cidade de Viseu. O pai da menor, com cerca de 60 anos, com o suposto intuito de obter mais-valias financeiras, permitiu que o bancário, com cerca de 70 anos, e já reformado, mantivesse relações sexuais com a filha. A menor foi sujeita a este terror proporcionado e promovido pelo próprio pai durante mais de um ano. Sofreu em silêncio até há poucos meses, altura em que arranjou coragem para denunciar aquilo que estava a sofrer às mãos do pai e também do bancário pedófilo.

Num primeiro momento, o caso foi denunciado à PSP mas depois passou para a responsabilidade da Polícia Judiciária. Os inspetores reuniram vários elementos de prova – para além do testemunho da vítima, que foi recolhido para memória futura. No início da semana passada, os dois homens foram detidos pela Judiciária ao mesmo tempo e depois presentes a um juiz do Tribunal de Viseu, que lhes decretou a medida de coação mais gravosa. Foram ambos conduzidos para o Estabelecimento prisional de Viseu, onde vão aguardar julgamento. A PJ continua com as investigações.


Notícias relacionadas