Palácio de São Bento da Vitória à venda no Porto

A promotora imobiliária Próximo Quadrado, Lda., proprietária desde 2015 do Palácio de São Bento da Vitória, no Porto, vai colocar o edifício à venda.

De acordo com a empresa, o edifício tem uma área de construção acima do solo de 6.150 metros quadrados e um projeto já licenciado para fins residenciais ou hoteleiros.

Contactada pelo JPN, a empresa não adianta o valor de venda esclarecendo que será aberto um concurso através do qual os interessados na aquisição poderão apresentar as suas propostas.

A entidade descreve o edifício como “um imóvel único no mercado, pela sua dimensão, história e localização, e que se constitui como uma oportunidade para os investidores e compradores interessados, dada a escassez de oferta em imóveis com estas características na cidade do Porto”.

O Palácio foi a sede da Polícia Judiciária do Porto entre 1950 e o ano 2000 e, posteriormente, do Tribunal de Instrução Criminal (TIC) até 2014. No ano seguinte foi adquirido pela promotora que agora o vai colocar à venda. De acordo com uma notícia do “Jornal de Notícias” de maio de 2015, a Estamo Participações Imobiliárias, SA pedia na altura 2,25 milhões de euros pelo imóvel, mas a área referida era menor – 4.500 metros quadrados – do que aquela agora publicitada pela Próximo Quadrado.

O edifício, “em ótimo estado de conservação”, foi mandado construir em 1830 e teve diversas funções na sua história. É também conhecido como Casa da Baronesa da Regaleira. Foi propriedade do Estado português de 1928 a 2014.

O edifício está integrado na área do Centro Histórico do Porto – Património da Humanidade desde 1996 – e situa-se ainda em zona especial de proteção da igreja e convento de São Bento da Vitória, classificados como monumentos nacionais.

artigo fonte: https://jpn.up.pt/2017/10/10/palacio-sao-bento-da-vitoria-venda-no-porto/

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas