Criança de dois anos foi esmagada por móvel de empresa sueca

Uma menino de dois anos morreu esmagado por uma cómoda do Ikea, tornando-se a quarta vítima deste modelo de móveis. Mais quatro crianças morreram esmagadas por outros modelos. Ao todo, as peças de mobilitário do Ikea já vitimaram mortalmente oito bebés.

Segundo o jornal britânico Metro, o pai do menino encontrou-o preso debaixo da cómoda que tinha sido colocada o ano passado no quarto do bebé. A família da criança vive em Buena Park, Califórnia, nos EUA. “O que torna esta morte mais dolorosa é o facto da recolha do ano passado ter sido mal divulgada pelo Ikea e a ineficácia da loja em tirar estas cómodas defeituosas e instáveis dos quartos das crianças em todo o país”, afirmou Daniel Mann, advogado da família. A família da criança não estava a par da recolha deste tipo de cómoda. Numa declaração escrita à família do pequeno Jozef, o Ikea expressou “sinceras condolências durante este momento muito difícil”. A Comissão de Segurança dos consumidores dos EUA está a investigar o incidente.

O fabricante de móveis sueco recolheu 29 milhões de cómodas vendidas o ano passado, nos EUA, depois de falharem os testes de segurança. Daniel Mann, que é o representante das famílias de outras três crianças que morreram em situações semelhantes à de Jozef, disse que a família do bebé pretendia processar a loja sueca.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas