▶️Vídeo: PORTO (Boavista): Ataca jovem na cama e força-a a fazer sexo

Para entrar na casa da estudante universitária de Erasmus, na rua da Boavista, no Porto, o homem usou uma chave falsa ou um instrumento semelhante que lhe permitiu abrir a fechadura da porta principal. Uma vez no interior, o arguido, de 20 anos, dirigiu-se ao quarto da vítima, de 24, que estava a dormir, e deitou-se com esta na cama.

Sempre sob ameaça de uma faca, obrigou-a depois a manter relações sexuais. O agressor, que está em preventiva, foi acusado de violação e violação de domicílio. Tudo aconteceu na manhã de 28 de fevereiro deste ano, depois de a vítima ter chegado a casa, após uma festa de Carnaval. De acordo com o processo, mal se deitou com a vítima na cama, o homem apontou-lhe logo a faca ao pescoço e até lhe provocou um pequeno corte. Depois de violar a jovem espanhola, o arguido ameaçou-a: “Isto vai morrer aqui. Eu vou embora e tu não vais falar com ninguém”.

O arguido apenas foi detido pela Polícia Judiciária do Porto dois meses após o crime. O homem foi identificado pela impressão palmar deixada no interruptor da luz do quarto da vítima. Diz o processo que, uma semana antes da violação, a casa onde a jovem vivia com mais duas mulheres tinha sido alvo de um furto – e pode ter sido nessa ocasião que as chaves da porta foram copiadas. A vítima, que voltou para Espanha, vive atualmente aterrorizada. Pede 101 mil euros de indemnização.

Notícias relacionadas