EM DIRETO: Portimonense 🆚 FC Porto

EM DIRETO: Portimonense 🆚 FC Porto

Relato em direto a partir das 20:15h na Rádio Portuense e Portal dos Dragões

Conseguirá o FC Porto vencer em Portimão e atingir os 100 golos em 40 jogos, igualando uma marca com 31 anos?

A dois golos de atingir a barreira dos 100, o FC Porto apresenta-se esta noite (20h15) em Portimão com a estatística do seu lado e a certeza de que ela de nada lhe serve no relvado. Ainda assim, cruzámos 62 anos de história, fomos atrás dos números para lançar o quarto encontro da época entre as duas equipas e encontrámos nomes como os de Gomes, Teixeira, Hulk, Falcao e Brahimi. Tome nota.

As duas equipas encontram-se pela quarta vez na época em curso, numa contabilidade em que também entra o jogo de pré-temporada que o FC Porto venceu por 5-1 em Portimão, com golos de Soares, Aboubakar, Hernâni e Brahimi, que bisou.

Os dois jogos oficiais já disputados entre FC Porto e Portimonense em 2017/18, ambos no Dragão e a contar para duas competições diferentes, foram ganhos pelos azuis e brancos, que marcaram oito golos e sofreram quatro.

Se esta noite o FC Porto marcar por duas vezes em Portimão, atinge os 100 golos em 40 jogos, marca que os Dragões não repetem desde a época de 1986/87, de consagração europeia em Viena e de um plantel com jogadores como Madjer, Futre, Juary, Gomes, Sousa e Frasco.

O encontro mais recente entre as duas equipas, da quarta eliminatória da Taça de Portugal, teve direito a um final épico, com Brahimi a consumar a reviravolta em tempo de compensação e com um toque de classe. O argelino também marcou na sétima jornada da Liga, fazendo um total de três golos em duas partidas, pormenor que o distingue como o melhor artilheiro do plantel em jogos com o Portimonense.

Gomes, o duplo vencedor da Bota de Ouro, é o melhor marcador de sempre dos Dragões em jogos com o Portimonense. Fez 14 golos, o dobro dos sete conseguidos por António Teixeira num único jogo, precisamente na primeira vez em que as duas equipas se encontraram. Jogavam-se os 16 avos de final da Taça de Portugal de 1956, ano em que o FC Porto conseguiu a sua primeira dobradinha, e os azuis e brancos ganharam por 13-1.

A 10 de abril de 2011, na última vez em que FC Porto e Portimonense se defrontaram no Algarve em jogos oficiais, Maicon pôs fim ao bailado do marcador que Hulk abriu com um golo de antologia. Falcao marcou pelo meio e o FC Porto de André Villas-Boas, a caminho do título, de Dublin e do Jamor, venceu por 3-2.

O histórico de 32 jogos regista um saldo favorável aos Dragões, que venceram 24, empataram quatro e perderam outros quatro, marcando 81 golos e sofrendo 18, mas a vantagem fica mais apertada se fecharmos o comparativo a encontros da Liga disputados em Portimão: aí, o FC Porto venceu seis, empatou quatro e perdeu quatro, com um saldo positivo de sete golos entre marcados e sofridos (17-10).

Notícias relacionadas