⚽EM DIRETO: Paços de Ferreira 🆚 FC Porto

⚽EM DIRETO: Paços de Ferreira 🆚 FC Porto

Transmissão em direto na Rádio Portuense, com relato de Luigi Mesquita e comentários de David Guimarães.
Comenta também em direto e interage na página Portal dos Dragões

Para ouvir clica aqui:






A Liga NOS já está no último terço e por isso, a partir daqui, todos os jogos são autênticas finais para se chegar ao grande objetivo, lá mais para maio. O campeonato avança e, como já disse Sérgio Conceição, os pontos vão ficando cada vez mais caros, especialmente quando se tem pela frente equipas como o Paços de Ferreira, cujo atual 17.º posto (o primeiro a valer a despromoção) obriga a formação da Capital do Móvel a lutar com tudo por todos os pontos.

Para os Dragões, já se sabe, a luta é outra. A do título. E aí voltamos a citar Sérgio Conceição, que sempre tem avisado que o próximo jogo é o mais importante. Até ao final do campeonato faltam disputar nove partidas e por isso, este, em Paços de Ferreira é apenas mais um passo, tão importante e valioso como aquele que foi dado na último jogo frente ao Sporting, ou no anterior, em Portimão. Sair da Mata Real com os três pontos é mesmo o grande objetivo dos azuis e brancos, que assim chegariam às sete vitórias consecutivas no campeonato.

Ganhar naquele Estádio está longe de ser tarefa fácil. Basta recuar uma semanas e lembrarmo-nos das dificuldades que ali sentiu um dos rivais para segurar os três pontos. E, se formos um pouco mais atrás, naquele que foi o último jogo dos Dragões do ano civil de 2017, percebermos que o triunfo por 3-2​ é o melhor sinal de aviso à tripulação liderada por Sérgio Conceição.

Reyes e Brihimi começaram por marcar nesse jogo da terceira jornada do Grupo D da Taça da Liga, mas os pacenses igualaram ainda antes do intervalo. Saído do banco, ao intervalo, Aboubakar acabou por resolver o problema, mas ficou visto que em casa haverá certamente um Paços muito diferente daquele que foi goleado na primeira volta no Dragão, por 6-1.

No Estádio Capital do Móvel, a história diz-nos que em jogos para o campeonato os Dragões triunfaram ali por 12 vezes, empataram quatro e perderam três, mas os marcadores dizem bem do equilíbrio de forças. É que dos 19 encontros só por duas vezes a diferença foi igual ou superior a três golos: em 1992 o FC Porto venceu por 3-0 (Kostadinov, Domingos e Rui Filipe) e em 2010 repetiu o feito com golos de Otamendi, Walter e Hulk.

Na conferência de imprensa de antevisão da partida, Sérgio Conceição garantiu que os Dragões não olham para a tabela classificativa e sobre o Paços de Ferreira lembrou que, apesar de se encontrar numa situação difícil, é uma equipa bem organizada e dura de superar em casa.

Notícias relacionadas