PortoCartoon 2018: Croata leva para casa Grande Prémio do festival de humor do Porto

Decorreu ontem, no Museu Nacional da Imprensa, o festival de humor PortoCartoon 2018. Esta edição, que celebra o seu vigésimo aniversário, teve como temas o Ambiente, a fadista Amália Rodrigues e o realizador Woody Allen.

Este foi também o festival que recebeu o maior número de trabalhos, principalmente vindo de países como o Irão, Brasil, Turquia, Roménia e Portugal.

Apesar do número de trabalhos recebidos por estes países, foi o croata Nikola Listes que levou o Grande Prémio PortoCartoon 2018, com uma caricatura sobre a poluição nos oceanos.

O segundo lugar foi atribuído ao albanês Agim Sulaj com uma alegoria de uma garrafa de plástico a devorar o Planeta Terra.

O terceiro lugar foi dividido pelo brasileiro Cau Gomez e pelo iraniano Mahboobeh Pakdel, com uma caricatura em que se via uma vassoura feita de seres humanos e uma gravura sobre um peixe martirizado com um garfo com chaminés, respetivamente.

Os portugueses António Santos e Aurélio Mesquita fazem parte da lista de vencedores do prémio de caricatura especial de Amália Rodrigues, ocupando o primeiro e terceiro lugar, tendo o segundo sido atribuído ao espanhol Matías Tolsa.

O primeiro prémio pela caricatura especial do realizador norte-americano foi ganho pelo português Pedro Silva, tendo o segundo sido atribuído ao brasileiro Paulo Caruso e o terceiro ao cartoonista português Pedro Ribeiro Ferreira.

Na categoria livre do festival foram atribuídas pelo júri do concurso 22 menções honrosas, onde se destacaram países como o Irão, a Bélgica e o Brasil.

O PortoCartoon 2018 fechou a sua vigésima edição depois de ter recebido mais de 2.500 candidaturas, tendo esta sido edição a mais difícil de avaliar, segundo o presidente da ZERO, Francisco Ferreira.

Notícias relacionadas