PORTO: Agente da polícia que ‘perdoava’ multas presente a tribunal

Agente da PSP há 28 anos, Luís Casimiro Pereira foi apanhado em vigilâncias, feitas pela Polícia Judiciária, a perdoar multas a condutores a troco de quantias que variavam entre os 120 e os 150 euros.

O polícia, de 52 anos, pertence à Divisão de Trânsito do Porto e circulava sozinho numa mota. Entre setembro de 2016 e fevereiro de 2017, quatro condutores viram o agente a não passar o auto de contraordenação.

Houve ainda uma situação relativa a um quinto condutor que não se concretizou. O agente vai ser julgado em outubro no Tribunal de São João Novo, no Porto. Responde por cinco crimes de corrupção passiva, um deles na forma tentada.

Dois condutores são também arguidos pelo crime de corrupção ativa. Nas outras duas situações que foram consumadas, o tribunal entendeu que os condutores acreditaram estar a pagar uma multa de forma legal.

“O arguido Luís Pereira aproveitou-se das suas funções públicas de agente da PSP e fê-lo de forma pensada e em manifesto desprezo dos seus deveres funcionais que decorrem da lei e se definem pela fiscalização das regras estradais”, diz a acusação do Ministério Público.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas