Mulher morre em despiste para não atropelar peregrinos

Cristina Almeida saiu cedo de casa para ir trabalhar em Vale de Cambra, esta quarta-feira de manhã. Mas nunca chegou ao destino. A poucas centenas de metros, na EN328, em Cartim, para não atropelar os peregrinos que iam para o santuário da Senhora da Saúde, a mulher, de 50 anos, desviou-se e a moto em que seguia embateu de frente num carro.

Ainda foi transportada para o hospital de Vila Nova de Gaia, mas não resistiu e morreu. O condutor da outra viatura, de 23 anos e vizinho da vítima, ficou ferido e foi transportado para o hospital de Santa Maria da Feira. “O acidente logo havia de acontecer com um vizinho e no dia da romaria da Nossa Senhora da Saúde” de Gestoso, em Vale de Cambra, disse ao CM José Teixeira, vizinho de Cristina Almeida, empregada doméstica, que morava em Cavião, muito perto do local do acidente.

“A Cristina era uma pessoa muito conhecida na região. Quem viu o acidente diz que ela se desviou de um grupo de peregrinos e foi bater contra o carro”, acrescentou José Teixeira, ainda muito abalado. O alerta chegou ao quartel dos bombeiros de Vale de Cambra pelas 07h50.

Quando os meios de socorro chegaram ao local, a mulher estava em paragem cardiorrespiratória – que ainda foi revertida com as manobras realizadas por uma equipa médica de emergência e reanimação de Santa Maria da Feira. A vítima foi estabilizada no local e transportada depois para o hospital de Vila Nova de Gaia, onde acabaria por morrer devido aos graves ferimentos.

Militares dos postos da GNR de Cesar e de Vale de Cambra estiveram no local e estão agora a investigar as causas do acidente mortal. O trânsito esteve condicionado na Estrada Nacional 328, em ambos os sentidos, durante cerca de três horas.

Cristina Almeida é a sétima motociclista a perder a vida nas estradas desde sexta-feira.

Artigo original CM

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas