Ultrapassagem numa curva, mata homem de 73 anos

Bernardino Gândara, de 73 anos, dirigia-se, ontem de manhã, com a mulher, de 69, para Cinfães, onde ambos iriam apanhar fruta, quando a tragédia aconteceu.

Numa zona de curva e de traço contínuo, na EN108, em Zebreiros, Gondomar, o casal foi surpreendido por um Audi A4 em contramão, que ultrapassava um outro veículo.

A colisão entre as duas viaturas foi de tal forma violenta que o Opel Corsa em que seguiam as vítimas foi projetado para fora da estrada. Bernardino acabou por morrer no local. O acidente ocorreu pouco antes das 11h00. Após o embate, o Audi A4, conduzido por um jovem de 19 anos – e que tem carta há um ano -, seguiu desgovernado ainda cerca de meio quilómetro pela EN108, até ficar imobilizado.

Fez o percurso sem uma das rodas. “Ele de certeza que vinha em excesso de velocidade. Ultrapassou um carro na curva e vinha fora de mão. Apanhou o carro dos meus pais com uma pancada muito forte”, referiu, ao CM, Carlos Sousa, filho da vítima mortal. Bernardino foi desencarcerado pelos Bombeiros de Valbom e sujeito a manobras de reanimação, sem sucesso.

Já a sua mulher, Beatriz Sousa, foi socorrida no local e transportada em estado grave para o Hospital de Santo António, no Porto. Sofreu um traumatismo no tórax. “Passei aqui e vi a senhora em pé, mas cheia de sangue na cabeça. Estava ao lado do marido. Vi-o e pensei logo que estava morto”, disse Maria do Carmo. O condutor do Audi foi levado pela GNR para o posto.

Notícias relacionadas