GAIA: Casal sacou centenas de milhares de euros num esquema de burla informática

Um casal de Vila Nova de Gaia sacou centenas de milhares de euros num esquema de burla informática que atravessou vários países da Europa e envolveu transações em moeda encriptada – principalmente bitcoins.

A PJ do Porto pôs fim ao crime, deteve os suspeitos, de 34 e 35 anos, e registou a maior apreensão de bitcoins de sempre, num valor estimado em 130 mil euros. Através de pirataria informática, o casal acedeu a um número ainda indeterminado de computadores e contas, em países como Espanha, França, Bélgica ou Chipre.

Apoderou-se de euros e moeda encriptada. Aliás, para conseguir fugir às entidades fiscalizadoras, terá procedido mesmo a ‘câmbios’ de euros por bitcoins. Após buscas, a PJ apreendeu duas carteiras com os referidos 130 mil euros em bitcoins, material informático, gift cards – cartões prenda – de 5500 euros, um carro de luxo, um apartamento, dezenas de cartões e telemóveis e apreendidos os milionários saldos bancários.

Aliás, em quatro meses, o casal – que se dedica a burlas desde 2014 – movimentou 300 mil euros. Respondem por branqueamento, burla informática e acesso ilegítimo.

Bitcoin, a moeda digital
A bitcoin é uma moeda encriptada, uma forma de dinheiro digital que não depende dos bancos.

Pode ser utilizada para pagamento de bens e serviços, mas também como investimento. Esta quarta-feira, uma bitcoin estava avaliada em 5615 euros.

Luxos sem rendimentos
Os dois detidos não têm ocupação laboral conhecida e, em sede de IRS, não apresentavam qualquer tipo de rendimento.

Ainda assim, viviam em luxo, com propriedades faustosas e contas recheadas. Foram esta quarta-feira levados a tribunal.

 

Notícias relacionadas