Video – Adidas avança com penhora contra empresa que a representa em Portugal

A Adidas apreendeu os produtos com a sua marca em 11 lojas detidas por um franchisado, “por incumprimento de contrato”, disse a multinacional em comunicado. A marca alemã reagiu a uma reportagem divulgada esta quarta-feira pela RTP, que dava conta do encerramento das lojas.

“A Adidas vem por este meio informar que se viu obrigada, via providência cautelar ditada pelo tribunal, a apreender o produto da marca das lojas do franchisado Adidas com a designação comercial de VALADRI DESPORTO UNIPESSOAL, LDA., por incumprimento de contrato”, referiu a marca de desporto.

Segundo o mesmo comunicado, “trata-se de um cliente da Adidas Portugal que representava a marca — através da respetiva venda de produtos numa rede de lojas em todo o país”, esclareceu a marca alemã. “As 11 lojas das quais foram retirados os produtos da marca são da responsabilidade da empresa VALADRI UNIPESSOAL, LDA.

A Adidas Portugal possui lojas próprias que não fazem parte desta rede hoje intervencionada”, garantiu a marca.

Além disso, a multinacional garantiu que “está a trabalhar de forma intensa para encontrar uma solução rápida com o intuito de continuar perto dos seus consumidores”.

A RTP avançou que estavam vários agentes de execução nas lojas em causa e que a origem do processo está numa dívida que pode ultrapassar os quatro milhões de euros.

Notícias relacionadas