Grande Porto: Queda de árvores danificam carros e assustam moradores

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto, “verificou-se um aumento de serviço nas zonas costeiras devido ao vento, mas sem feridos”, havendo registos de queda de árvores e de chapas de habitações que voaram.

O mau tempo causou estragos em vários concelhos vizinhos do Porto. Em Vila Nova de Gaia, também houve danos em carros, com o vento a derrubar árvores e painéis de vedação de obras. Os bombeiros registaram um total de 13 saídas, 11 das quais devido à queda de árvores, entre elas uma que caiu sobre um carro. Os bombeiros registaram ainda a queda de estruturas como painéis de obras e publicitários.

Em Matosinhos, o vento derrubou a iluminação de Natal em frente à Câmara e alguns carros ficaram danificados, devido à queda de ramos, no jardim Basílio Teles. Valongo, Maia, Vila do Conde e Póvoa também tiveram registo de danos causados pelo vento.

As previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera apontam, na região do Porto, para rajadas até 85 quilómetros por hora em especial no litoral e para os 100 quilómetros por hora nas terras altas, situação que deve permanecer até às três horas de segunda-feira.

Quanto à agitação marítima é de esperar ondas entre os quatro e os quatro metros e meio até às seis horas.

 

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas