Investigador perdeu todo o trabalho no metro e pede ajuda


Hervé Baudry, um investigador da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Nova de Lisboa que, na manhã do dia 6 de dezembro, perdeu todo o trabalho de investigação sobre a construção da sinagoga do Porto, bem como a história do fundador, Artur Barros Bastos.

“Quando as portas do metro fecharam, apercebi-me que não tinha a mala. Perdi o meu trabalho todo”

“A história da sinagoga começa por volta dos anos 20 e 30. Na mala, tinha os manuscritos dessa época, o computador, as notas que fui tirando, o disco externo, livros, passaportes… Tinha tudo lá”, lamentou Hervé Baudry ao Jornal de Notícias.

A publicação do Jornal de Noticias refere que o investigador francês a viver em Coimbra apresentou o tema do artigo no final de junho deste ano, durante uma conferência, no Porto. Com o estudo quase terminado, a publicação terá de ser adiada ou até mesmo anulada.

“O prazo de entrega para publicação era no dia 30 de dezembro. Mas não vou conseguir terminar. Agora, a solução é anular a publicação ou escolher outro tema. Não sei o que vou fazer”

“Fiz a viagem de comboio de Lisboa até ao Porto. No Campo 24 de Agosto, já na estação de metro, comprei o Andante, desci e fui para o outro lado do cais, em direção ao aeroporto. Só esperei dois minutos”, diz Hervé, salientado que escolhe sempre o mesmo trajeto quando vai ao Porto.

“Voltei para trás e corri tudo à procura da mala, mas já não estava lá. Não sei se a pousei e me esqueci ou se me roubaram”, conta o investigador, sem certezas do que terá acontecido.

Disposto a oferecer dinheiro a quem lhe devolva todo o trabalho desenvolvido, o investigador diz também ao Jornal de Noticias que abdica do computador, “desde que tenha o trabalho de volta”.

“O meu trabalho não tem preço. E caso me devolvam tudo o que tinha na mala, pago por isso”, garante o investigador.

fonte: https://www.jn.pt/local/noticias/porto/porto/interior/investigador-perdeu-todo-o-trabalho-no-metro-e-pede-ajuda-10335315.html

Segue-nos e partilha:

Notícias relacionadas

One Thought to “Investigador perdeu todo o trabalho no metro e pede ajuda”

  1. […] O Investigador da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Hervé Ba… […]

Comments are closed.