Adeptos do Benfica afinal não foram detidos após agressões na Madeira

Os adeptos do Benfica que lançaram o pânico num restaurante nas Carreiras (Madeira), na noite da última sexta-feira, não foram presentes a tribunal no dia de ontem, ao contrário do que veio a público.

Esta informação foi revelada pelo Jornal Madeira, que refere na sua publicação, não obstante os adeptos do Benfica estarem todos identificados pela polícia, não foram detidos porque não foram apanhados em flagrante delito

Desta forma o processo seguirá os termos legais, transitando para inquérito, aguardando todo o desenrolar das perícias das autoridades.

O Jornal Madeira refere ainda que como também já passaram 48 horas, já não serão ouvidos em tribunal, e muito provavelmente ainda terão assistido ao jogo do passado domingo no estádio do Marítimo.

A publicação evidencia ainda que os seis adeptos já seguiram para Lisboa, devendo prestar declarações ao inquérito num futuro próximo.

Os responsáveis pelas agressões a dois funcionários e dois clientes são acusados de vários crimes de ofensa à integridade física e danos morais, participação em rixa e fuga sem prestar auxílio às vítimas, mas nenhum crime ligado a uma suposta agressão com uma arma branca, como também na passada segunda feira foi veiculado através de publicações nas redes sociais.

Segue-nos e partilha:

Notícias relacionadas