Parabéns Rivoli! A celebração é feita com entrada livre

O Rivoli apaga 87 velas nos dias 19 e 20 de janeiro com espetáculos que cruzam dança, teatro, cinema, música, instalação e literatura. É a festa “100% Porto” que convoca espectadores dos 3 aos 100 anos. A entrada nos espetáculos é gratuita.

Uma grande festa – com entrada gratuita – marca o 87º aniversário do Teatro Municipal do Porto e o arranque da programação anual. Fica a saber em sete pontos, o que não pode mesmo perder ao longo deste sábado e domingo, dias 19 e 20

1. Festa em duplicado
Pela primeira vez, o aniversário do Rivoli é comemorado durante dois dias, tendo sido convocados, para fazer a festa, artistas e companhias que trabalham a partir do Porto. Ao todo, serão 250 participantes a integrar o programa, que inclui dança, música, teatro, instalações e literatura. O Rivoli será ocupado de manhã até à noite, do foyer à sala de ensaios, do subpalco ao grande auditório, com “propostas entusiasmantes e desafiantes”, como descreveu Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto.

2. Propostas para todos
As manhãs arrancam com a estreia de dois espetáculos do programa paralelo: um de dança, (Entre) Laços, de Valter Fernandes um questionamento sobre os movimentos, ações e emoções de quem habita a cidade; outro de teatro, A Grande Guerra do Patoá, de Jorge Louraço Figueira e Rodrigo Santos, à volta das palavras e dos regionalismos.

3. A família Rivoli
Em Bastidores, Tânia Dinis parte do arquivo pessoal de antigos funcionários, vizinhos, artistas e amigos do Rivoli e constrói um ensaio íntimo formado por fragmentos de histórias da vida de um teatro. Uma reunião quase familiar, com imagens fotográficas a sustentar as narrativas. A performance repete-se ao longo dos dois dias.

4. 100% Porto
O título do espetáculo do coletivo germano-suíço Rimini Protokoll dá o mote para todo o programa. O elenco reproduz uma espécie de mapa cartográfico do Porto e é formado por uma seleção de cem habitantes, os quais representam a cidade através de critérios estatísticos, ordenados por idade, género, freguesia, agregado familiar e tipo de habitação. Entre os participantes, estão figuras populares, desde o boavisteiro Manuel do Laço até à moçambicana Tia Orlanda.

5. Convocatória performativa
Vários nomes relevantes das artes performativas do Porto marcam presença. É o caso dos artistas associados do Teatro Municipal, Marco da Silva Ferreira e Jorge Andrade, criadores de Ensaio Lírico, um cruzamento entre a dança e o teatro, a pensar neste momento festivo. De referir ainda as propostas de Bruno Senune (A Deriva dos Olhos), Jonathan Uliel Saldanha (SOMA) e Flávio Rodrigues (Magma No Limite da Selvajaria).

6. As vozes da cidade
O grupo vocal feminino Sopa de Pedra, dedicado a um repertório de cariz tradicional, apresenta um concerto único no subpalco do Rivoli, com uma convidada especial: Dona Rosa, artista de rua que, nos últimos anos, entrou no circuito da world music, embora nunca se tenha apresentado na sua cidade, o Porto.

7. Groove Ball
O aniversário prolonga-se pela noite dentro com a festa organizada pela House of Groove Ball, uma plataforma de apoio aos artistas queer. Foi pensado um alinhamento especial para esta reinterpretação portuense das ballroom nova-iorquinas dos anos 90. Acontece no sábado, dia 19, a partir das 23h30, no café do Rivoli.

Segue-nos e partilha:

Notícias relacionadas