As imagens que chocam Itália: disparo deixa paraplégico promessa da natação

Manuel Bortuzzo, de 20 anos, era considerado uma das grandes promessas da natação italiana.

Os bons resultados nas provas de meia distância auguravam-lhe um futuro promissor, mas tudo ruiu na madrugada no último sábado. O atleta foi baleado próximo numa rua dos subúrbios de Roma, por uma dupla que seguia de mota e disparou contra ele.

Um crime ao estilo da Camorra, a máfia italaiana, que terá acontecido depois de um desacato num bar ali próximo. As autoridades confirmam que Manuel esteve com a namorada e os amigos no bar, mas não se envolveu em qualquer briga. Terá sido baleado por engano, os atirarodres queriam atingir outra pessoa.

Os médicos que trataram Manuel Bortuzzo confirmaram esta terça-feira o pior cenário. O nadador sofreu um corte na espinal medula e não consegue mexer as pernas. Nem se espera que alguma vez o possa vir a fazer.

“A possibilidade de recuperar o movimento das pernas não é possível com o atual conhecimento da medicina”, disse Alberto Delitala, diretor do departamento de Neurociências do Hospital de San Camillo, em Roma, onde que Manuel foi atendido.

A federação italiana de natação diz que o atleta está fora de perigo de vida. Mas só “um milagre” o livrará de depender de uma cadeira de rodas para o resto da vida

Source: Disparo deixa paraplégico promessa da natação by

Matteo Salvini, o polémico ministro do Interior de Itália, promete que tudo será feito para descobrir os autores dos disparos. Suspeita-se que os atiradores farão parte de um gang de boxers ligados à máfia.

Segue-nos e partilha:

Notícias relacionadas