Habitação com renda acessível – Câmara do Porto já recebeu chaves do Quartel do Monte Pedral

As instalações do antigo quartel do Monte Pedral, Porto, vão ser transformadas num bairro de casas com rendas acessíveis.

A entrega dos terrenos à cidade foi feita esta quarta-feira pelo primeiro-ministro, António Costa, ao presidente da câmara, Rui Moreira.

A empreitada obrigou à alteração do Plano Diretor Municipal e implica um investimento de 52 milhões de euros. As obras deverão arrancar no início do próximo ano. “Está na hora de responder às necessidades da classe média e das novas gerações. A conjuntura de liberalização do arrendamento e o crescimento da procura turística pelas grandes cidades gerou uma situação de abandono e especulação.

Isso, a prazo, condena as atividades económicas porque as nossas cidades não podem ser uma espécie de parques de diversões para adultos, onde a sua autenticidade só pode ser garantida pelos habitantes”, disse António Costa, durante a cerimónia.

O objetivo é construir 370 fogos nas antigas instalações do quartel, bem como, se possível, uma residência para estudantes.

“Estamos a ponderar se é ou não oportuno que, numa parte do terreno, possam ser também construídas algumas residências académicas. Estamos a trabalhar com a Universidade do Porto, com o Instituto Politécnico e com a Federação Académica, na identificação de locais e modelos sustentáveis para este tipo de habitação”, explicou o autarca Rui Moreira.

A transformação do quartel do Monte Pedral pretende melhorar a qualidade de vida dos portuenses.

“A ideia de que a câmara tem um grande património e terrenos que se adaptem à construção de habitações é errada. São escassos os locais onde o executivo pode promover a política de habitações para a classe média”, indicou o presidente da autarquia.

Segue-nos e partilha:

Notícias relacionadas