Aluno de 12 anos agride professor a soco e pontapé numa escola do Porto

Uma criança de 12 anos agrediu o professor de Educação Visual e de Educação Cívica por não ter gostado de ter sido repreendido pelo docente.

O incidente aconteceu na passada sexta-feira na Escola Básica Francisco Torrinha, no Porto, quando o aluno partiu uma lâmpada no teto com uma bola, durante uma brincadeira ao entrar na aula.

Segundo o Jornal de Noticias, o professor disse ao aluno que este teria de pagar a lâmpada, hipótese recusada pela criança que, apesar de estar na sala, ligou ao pai.

Entretanto, voltou a brincar com a bola, que lhe foi retirada pelo professor, com a indicação que seria devolvida no final da aula. Mas o aluno não gostou da resposta e agrediu o docente com murros e um pontapé nos testículos.

Esta última agressão aconteceu quando o professor, depois de o ter dominado, o levou perante a diretora de turma. Quando saiu da sala, e ao passar pelos funcionários, o jovem disse aos funcionários: “Já lhe parti o focinho.”

À imprensa nacional, o diretor do agrupamento, Rui Fonseca, assegurou que é “um caso isolado num estabelecimento escolar tranquilo”.  O aluno de 6º ano tem um “historial de mau comportamento” e, “internamente, foi aberto um inquérito para se apurar as circunstâncias da agressão”.

O caso foi comunicado à PSP e seguirá os trâmites legais.

Segue-nos e partilha:
error

Notícias relacionadas