Bombeiros do Porto passam a cobrar 100 euros para abrir uma porta

Tendo em conta a nova atualização da tabela de preços da Câmara Municipal do Porto, chamar os bombeiros para abrir uma porta terá o custo de 100 euros.

Segundo noticiado esta segunda feira pelo Jornal de Noticias, os Sapadores do Porto recebem mil chamadas por ano para estas situações sem emergência.

A publicação do diário portuense refere ainda que até agora, chamar os bombeiros para abrir porta, apenas por esquecimento de chave, custava 23 euros, no horário entre as 8 e as 24 horas, e 34 euros, entre a meia-noite e as oito da manhã. Como afirmou o presidente da Autarquia, Rui Moreira, na reunião do Executivo onde a nova tabela de preços foi aprovada, “ficava mais barato chamar os bombeiros do que o serralheiro”.

A abertura de portas em situação não urgente é um serviço que a maior parte das corporações de bombeiros realizam e os preços variam. Os Voluntários do Porto cobram 30 euros se for durante o dia e 50 euros à noite. Os Portuenses levam 35 e 50 euros. Já os Sapadores de Gaia fazem mais caro: 87,07 euros entre as 8 e as 24 horas, e 115,65 no período noturno. Ambos os montantes mais IVA.

Os Bombeiros de Leixões afirmam que este tipo de serviço “é esporádico”. O preço é de 60 euros. Os de Moreira da Maia cobram 20 euros e os de Coimbrões (Gaia, 30 euros/sócios e 60 euros/não sócios. Os Bombeiros de Santo Tirso têm a taxa de 50 euros mas, como afirmou fonte da corporação, “quando dizemos o preço não querem, preferem rebentar uma janela”. Os Bombeiros de Gondomar, Valongo, Vila do Conde e Póvoa já não fazem o serviço. “Era um abuso e tivemos de colocar um travão”, disseram-nos de Valongo.

fonte: Jornal de Noticias


Segue-nos e partilha:

Notícias relacionadas