Afinal, quem é o padroeiro da cidade do Porto?

O Porto teve ao longo da sua história mais de um santo padroeiro.

D. Afonso Henriques quando soube que S. Vicente estava sepultado no Promontório dos Corvos, mandou que fosse trasladado para Lisboa. Depois de algumas peripécias ficou no Porto, na Sé, um osso do Santo e o Porto foi dedicado a S. Vicente.

Mais tarde, S. Pantaleão vai destroná-lo e manter-se-á até ao século XX. As relíquias deste Santo chegaram no século XV e foram deixadas em S. Pedro de Miragaia e transladadas para a Sé do Porto em 1499 pelo bispo D. Diogo de Sousa (este bispo teve um papel importantíssimo na cidade). Na época uma epidemia leva as pessoas a recorrerem ao santo que tinha sido médico e passa a ser o padroeiro do Porto.

Foi o Santo que o Porto teve mais tempo, pois em 1984, passou a ser a Nossa Senhora da Vandoma que está representada no escudo da cidade!

Segue-nos e partilha:
error

Notícias relacionadas