Queda de grua nas Fontaínhas: Sindicato da Construção Civil culpabiliza dono da obra

Em conferência de imprensa dada esta segunda-feira de manhã, Albano Ribeiro, presidente do Sindicato da Construção Civil, culpabilizou o dono da obra pela queda da grua que destruiu nove habitações no Porto no passado sábado.

Albano Ribeiro acusou o dono da obra de “negligência grosseira” e considerou que a sapata da grua estava obsoleta e sem condições para suportar os trabalhos.

O estado da grua não permitia que estivesse a operar, avançou o presidente do Sindicato da Construção. Das nove casas atingidas pela grua, três delas estavam devolutas. As restantes quatro eram habitadas.

Uma destas casas ficou sem condições, estando agora o município do Porto a tratar do realojamento da família que lá morava. Trata-se de um casal com um filho menor.

Recorde-se que esta é já a segunda vez que ocorre uma situação destas no Porto. Relativamente a esta questão, Rui Moreira garante que o município vai “tomar medidas”.

Fotos: Vitor Pereira

Segue-nos e partilha:

Notícias relacionadas