Família continua a pedir ajuda na busca por idosa

A família de Lucinda da Silva Carvalho vai organizar, na quinta-feira, um “último esforço” para encontrar a idosa de 79 anos, desaparecida desde sábado, em Labruge, Vila do Conde. O ponto de encontro é às 9 horas, na praia de Labruge, junto ao café “Novo Rumo”.

“Agradecemos a quem esteja disponível que nos venha ajudar no nosso último esforço amanhã, quinta-feira (feriado). Iremos percorrer a costa desde Labruge até Vila do Conde, por zonas e em grupos organizados”, explica a neta, Inês Diana Costa.

Lucinda desapareceu no sábado. Saiu de casa antes das 9 horas. Foi vista na avenida da Praia em Labruge, com flores na mão. Ao final da tarde, terá sido avistada junto à praia na vizinha freguesia de Vila Chã. Desde então, nunca mais se soube nada da mulher que, há cerca de dois meses, tinha sido diagnosticada com início de demência. Saiu de casa sem carteira e sem documentos

Dado o quadro demencial, embora a avó estivesse medicada e fosse “muito autónoma”, Inês acredita que se possa ter “desorientado” e esteja “perdida” ou que “tenha caído e não se consiga deslocar”.

Polícia Marítima, GNR, família e amigos estão, há cinco dias, a fazer buscas no terreno, mas, até agora, nem sinal de Lucinda.

A família pede a alguém que a possa ter visto ou que tenha alguma informação que contacte a neta, Inês, (917 478 442), a filha, Isabel Costa (914 736 825) ou o genro Carlos Costa (917 454 959).

Segue-nos e partilha:

Notícias relacionadas