Circulação do metro cortada na Ponte Luiz I

A circulação do metro na Ponte Luís I, que liga o Porto a Gaia, vai estar interdita a partir de 22 junho devido a uma avaria num dos aparelhos de dilatação da ponte, devendo os trabalhos demorar 10 dias.

Em comunicado, a Metro do Porto explica que a avaria foi detetada no âmbito de trabalhos de manutenção corrente, impedindo a circulação do metro no tabuleiro superior, “por forma a não agravar o problema”.

Com vista à realização dos trabalhos de reparação, acrescenta a empresa, “a partir de 22 de junho e por um período estimado de 10 dias a circulação na Ponte Luís I estará interdita, não havendo lugar à passagem do metro”.

Durante este período, refere a Metro do Porto, “a Linha Amarela continuará a funcionar, operando em dois segmentos: entre as estações de S. Bento e do Hospital de S. João, com a oferta habitual (frequência de seis minutos), e entre as estações de Jardim do Morro e de Santo Ovídio, com uma frequência de dez minutos”.

A circulação do metro na Linha Amarela durante a noite de S. João, de 23 para 24 de junho, estará totalmente impedida, também a peões.

A Metro do Porto adianta, ainda, que está a estudar alternativas de circulação em transporte público entre o Porto e Vila Nova de Gaia, “que serão tornados públicos logo que definidos”.

A empresa lamenta os incómodos que esta situação possa provocar, mas sublinha, contudo, “que os aspetos de segurança são prioridade absoluta e inegociável da sua operação”.

Segue-nos e partilha:
error

Notícias relacionadas