Idosa esquecida em avião para o Porto foi parar ao Funchal

Ia para o Porto mas acabou no Funchal

Maria Ferreira embarcou em Paris com destino ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, no dia 28 de julho, para passar férias, em Espinho, com a família. Mas a idosa, de 88 anos, acabou por viver uma experiência traumática, uma vez que acabou no aeroporto do Funchal. “Tive muito medo, entrei em pânico porque não sabia onde estava nem sabia onde estava a minha família” disse, ao Correio da Manhã , a mulher, referindo que a filha a tinha recomendado a uma hospedeira.

“Quando cheguei, os passageiros saíram todos e fiquei, sozinha, à espera da hospedeira. Passado um algum tempo, começaram a entrar passageiros e o avião levantou outra vez voo. Lá na Madeira, a hospedeira disse-me que tinha de sair e foi quando percebi que não estava no Porto”, acrescentou.

A família confessa ter entrado em pânico. “Quando a minha mãe não saiu do avião, ficámos aflitos e procurámos em todo lado”, recordou a filha, Glória Sá. Já o neto, Vítor Sá, explicou que, “depois de horas de desespero, recebemos um telefonema da PSP do Funchal a dizer que a minha avó estava na Madeira. É inadmissível o que lhe fizeram”. A Transavia lamenta o caso e remete explicações para mais tarde.

Fonte: Edição impressa Correio da Manhã

Segue-nos e partilha:
error

Notícias relacionadas