Mediador de seguros acusado de burla no Porto

Durante um ano, um mediador de seguros do Porto apoderou-se de todos os montantes que os clientes lhe entregavam, relativos ao prémio dos contratos de seguro automóvel.

O arguido lesou 70 pessoas a quem entregava documentos com a grafia e apresentação idênticas às cartas verdes da seguradora que representava.

Durante cerca de um ano, refere o Correio da Manhã, um homem reservou para si os montantes que os clientes lhe entregavam para pagamento de contratos de seguro automóvel.

Acusado de burla qualificada, o arguido vai apresentar-se no Tribunal de São João Novo juntamente com o filho, de 36 anos, seu cúmplice, e responderá por falsificação de documentos e usurpação de funções.

Este esquema rendeu 11.400 euros ao indivíduo e os clientes só perceberam que estavam envolvidos num esquema fraudulento após serem vítimas de um acidente rodoviário, adianta a publicação.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas