Novo Skate Park em Ramalde

Campeões do skate e também de breakdance participaram no passado domingo na inauguração do Skate Park, nova e moderna infraestrutura que representa um investimento municipal da ordem dos 150 mil euros. A sua abertura e disponibilização à cidade permitirá avançar para a segunda fase de requalificação do Parque Desportivo de Ramalde, dotando-o de novas valências para mais modalidades.

“Este é um equipamento que a cidade reclamava há já vários anos. Está feito e bem feito, até porque foi projetado por um dos melhores especialistas nesta área”, disse o presidente da Câmara, Rui Moreira, referindo-se ao arquiteto e skater Francisco Lopez “França”, que assinou o projeto, em colaboração com vários skaters da cidade.

Também o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, que acompanhou o autarca, considerou que “este é um equipamento magnífico e uma contribuição inequívoca para diversificarmos o desporto e a própria comunidade. Se há uns anos esta era uma atividade marginal e até nem muito bem entendida, o paradigma mudou radicalmente e o skate é hoje uma modalidade olímpica que entusiasma cada vez mais jovens”.

Com uma área de 950 m2, que lhe permite acolher até 75 praticantes em simultâneo, o novo Skate Park integrado no Parque Desportivo de Ramalde foi pensado para permitir a evolução dos novos praticantes, mas também responder às exigências dos mais experientes, que ali vão poder encontrar uma oferta muito variada de obstáculos. Com efeito, o espaço tem duas plataformas com obstáculos (rampas, corrimões e muros) e uma zona central com estruturas características da modalidade. “Sei que vamos ter aqui muitos jovens a praticar este desporto, mas também vamos ter aqui professores a ajudar quem quiser iniciar-se nesta modalidade ou aperfeiçoar a sua técnica”, sublinhou Rui Moreira.

Além disso, o Skate Park, que fica disponível a toda a comunidade de skaters, mas também a praticantes de patins em linha e BMX freestyle, oferece todas as condições para acolher competições dos mais diversos níveis técnicos, desde o nível iniciante ao profissional, tanto de âmbito regional como nacional.

Artigo Fonte: PORTO.PT

Segue-nos e partilha:
error

Notícias relacionadas