O Rio Douro está castanho mas há uma explicação para este fenómeno natural

O Rio Douro está castanho, mas há uma explicação para o fenómeno natural. Adriano Bordalo e Sá, investigador e hidrobiólogo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), explicou ao Jornal de Notícias que as águas trouxeram argilas.

O responsável refere que as tempestades das últimas semanas deixaram os solos saturados e impermeáveis, o que permitiu que as águas dos afluentes do rio Douro escorressem para o curso principal com as argilas dos solos. O processo proporciona uma cor de barro ao rio.

Adriano Bordalo e Sá acredita que o fenómeno é “ótimo” e que a argila “vai fertilizar naturalmente a água do rio e depois a do mar”.

Trata-se de uma espécie de “adubo natural” que vai enriquecer as águas e as algas. “Esses materiais ficam, normalmente, retidos nas barragens. Com as cheias, foi preciso aliviar essa carga de água e esses materiais vão fertilizar o rio e o mar. A sardinha vai comer essas algas e no São João vamos ter sardinha muito boa. É o ecossistema a funcionar”, acrescentou.

Fotos INSTAGRAM

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas