STCP suspende a validação de bilhetes nos autocarros e a circulação dos elétricos

As entradas nos autocarros da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) começa à meia-noite de sábado a ser feita pela porta traseira, as validações de bilhetes ficam suspensas e as viagens dos elétricos canceladas devido à Covid-19.

  • Níveis atuais de serviços das linhas da STCP mantém-se
  • A entrada dos passageiros passa a efetuar-se pela porta traseira
  • Venda a bordo deixa de ser realizada
  • Validações suspensas temporariamente
  • Viagens dos elétricos históricos canceladas

“No seguimento das medidas anunciadas pelo Governo Central, bem como no contacto direto com a Câmara Municipal do Porto, para conter a propagação do surto de Covid-19 (Coronavírus), a STCP – Sociedade de Transportes Colectivos do Porto definiu mudanças na sua operação de serviço público, no sentido de uma maior prevenção para clientes e colaboradores, decidindo no imediato manter a oferta atualmente em vigor.

A empresa continua a pôr em prática as ações de acordo com o Plano de Contingência para Pandemias da empresa, que foi devidamente ajustado para o atual surto e que segue os níveis de alerta definidos pela Direção Geral de Saúde.

Nos que respeita à operação regular de autocarros, irá manter-se a oferta, mas haverá mudanças no acesso ao interior das viaturas por parte dos passageiros, de modo a reduzir o contacto físico com os motoristas e a criar condições para que o serviço possa continuar a ser realizado.

Assim sendo, já a partir das 0h00 desta noite, 14 de março, a entrada nas viaturas passará a ser realizada pela porta traseira, não haverá venda de bilhetes a bordo, o posto do motorista ficará isolado através de uma fita delimitadora e, até novas orientações das entidades competentes, não haverá lugar a validações.

Assim, dado que as entradas se passam a efetuar pela porta de saída, aplicam-se as regras a que os clientes já estão habituados no metro ou quando usam os elevadores: deixar os passageiros saírem antes de entrar.

Relativamente à utilização dos transportes públicos, a STCP irá começar a divulgar as seguintes recomendações da ARS-Norte:

– sempre que possível, assegurar uma distância de um metro relativamente a outros passageiros;

– havendo lugares vazios, não se sentar junto a outro passageiro;

– nas paragens, efetuar fila assegurando um perímetro de segurança de um metro.

A STCP agradece a compreensão dos seus clientes, face a estas alterações e recomendações, reforçando que tudo o que está a ser implementado é para uma maior proteção dos seus trabalhadores e clientes. 

A STCP tem ativa uma equipa interna, com a coordenação do Departamento de Recursos Humanos onde integra a Medicina de Trabalho e Higiene e Segurança no Trabalho, em colaboração com os diversos departamentos da empresa e Comissão de Trabalhadores, que acompanha o desenvolvimento deste tema e garante a aplicação e ajustamento das medidas necessárias em cada momento.

“É importante realçar o esforço, empenho e coragem de todos os profissionais da STCP, seja na condução, seja dentro da empresa, seja em teletrabalho, que diariamente garantem a mobilidade da cidade, destacando em representação de todos a colaboração da Comissão de Trabalhadores que tem, desde a primeira hora, sido muito ativa nas soluções encontradas e no apoio da respetiva implementação”, destaca o Conselho de Administração da STCP.

No que toca ao serviço do carro elétrico (Linhas 1, 18 e 22), dado que assume uma vertente essencialmente turística, foi decidida já a partir de amanhã, sábado, a respetiva suspensão até ao próximo dia 3 de abril.”

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas