Infetado com covid-19 detido na Póvoa de Varzim está em fuga

O homem de 43 anos que foi detido este domingo, na Póvoa de Varzim, por desrespeitar o confinamento a que os infetados com covid-19 estão obrigados, está a ser procurado pelas autoridades.

Segundo avança o Jornal de Notícias, o homem saiu da casa, com a mãe, na Póvoa de Varzim, poucas horas depois de ter sido detido após cerca montado pela PSP.

O homem, que reside em Fafe, estava a morar com a mãe, nas últimas semanas, numa casa alugada em Aver-o-Mar, na Póvoa de Varzim, mas poderá ter regressado à terra.

Operário de construção civil, foi detido à hora de almoço deste domingo, depois de ter escapado ao controlo das autoridades de saúde e da polícia, que chegou a procurá-lo ao longo dos últimos dias sem sucesso.

Em meados de março, depois de regressar de França, onde trabalhava, foi ao Hospital de São João para realizar o teste ao novo coronavírus, uma vez que apresentava sintomas.

No dia seguinte, o teste acusou positivo, mas o homem manteve-se incontactável perante as autoridades de saúde. A polícia procurou-o na sua residência de Fafe, mas sem sucesso.

Acabou por ser detido na Póvoa de Varzim, depois de, segundo os vizinhos, “passar dias na padaria e na rua como se nada fosse”.

O homem terá dito aos agentes da PSP que já não tinha sintomas, mas admitiu que não cumpriu o isolamento e que não utilizou equipamento de proteção.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas