Noite de São João sem transportes, sem música mas com policiamento reforçado

A Câmara do Porto vai reforçar o policiamento e a fiscalização na noite de São João. Ao contrário do que tem sido tradição na Invicta, a Autarquia anunciou ainda que as ruas não estarão cortadas ao trânsito e não haverá transportes públicos durante toda a madrugada.

Numa reunião realizada na terça-feira à tarde, que juntou os conselheiros que fazem parte dos Conselhos Municipais de Segurança e Economia como PSP, GNR, Polícia Municipal e a proteção civil, os responsáveis pelos transportes e as autoridades de saúde, além dos representantes dos partidos, Rui Moreira levou a debate o desconfinamento da cidade, tendo por base temas como os transportes, festejos e cortes de ruas para a noite de São João.

De acordo com a nota publicada no site da Câmara, da reunião saiu “a ideia unânime de que não pode haver facilitismo quanto às festas de São João” .

“Assim, na noite de São João não haverá transportes, não haverá música nas ruas que estarão a funcionar normalmente, mas com fiscalização e policiamento reforçados”, escreve a Autarquia.

Aos portuenses. a Câmara pediu que evitassem os arraiais particulares e os grandes ajuntamentos.

Rui Moreira lembrou ainda que não tem poderes para proibir que as pessoas se juntem em casa ou circulem nas ruas, mas apelou a que “as sardinhas sejam comidas em família e que não se estrague, numa noite, o admirável exemplo de civismo que os portuenses têm dado ao país”.

“Hoje não estamos em estado de emergência e esperamos não estar no dia 23 de junho. Mas sendo assim não podemos impedir as pessoas de circular e não podemos tentar impor medidas que as pessoas não cumprem e que não podemos obrigá-las a cumprir”, explicou.

No 4 de abril a Câmara do Porto anunciou que este ano não poderia haver festas de São João no Porto, e cancelou os concertos e também o fogo de artifício.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas

Leave a Comment