RallySpirit 2020 passa pela Avenida dos Aliados

A sexta edição do RallySpirit vai realizar-se em outubro, com passagem assegurada pela Avenida dos Aliados. Sob o mote “tempos excecionais exigem ralis de exceção”, a organização garante que o evento dará prioridade à saúde pública.

De 22 a 24 de outubro, o RallySpirit vai percorrer a região norte, trazendo de regresso as emoções do desporto automóvel. O evento promete proporcionar “momentos únicos a equipas, pilotos e espectadores, que voltarão a desfrutar dos mais míticos carros de ralis de todos os tempos”, cumprindo um rigoroso plano de contingência de saúde pública, para proteção das equipas, público e restantes intervenientes.

“Num ano de especial contenção e prudência, não está prevista a presença de um Top Driver internacional (a exemplo do que aconteceu com Miki Biasion em 2016, Ari Vatanen em 2017, François Delecour em 2018 e Stig Blomqvist em 2019)”, admite a organização do evento. Mas garante que “isso não significará menos emoções na estrada”, prometendo um “parque automóvel muito exclusivo, com um bom número de Grupo B, que tornará o RallySpirit 2020 numa edição tão especial quanto as anteriores”.

Sinal disso é o facto de esta competição integrar, pela primeira vez, o calendário da série Slowly Sideways Europe, a par de algumas das melhores provas de “Rally-Legends” mundiais, como é o caso do Eifel Rallye Festival, do Alsace Rallye Festival e do Rallye Festival Valles Pasiegos.

A Avenida dos Aliados torna a ser um ponto incontornável para o RallySpirit, cuja edição de 2020 também passará pela Marginal de Gaia, e terá o seu centro nevrálgico em Barcelos.

A decisão de avançar com a sexta edição do RallySpirit surgiu após um período de ponderação, explicam os responsáveis pela prova, tendo entendido que os adeptos e a economia local “merecem todo o empenho para ajudar a virar a página de um momento tão difícil como o que estamos a viver”.

PUB – Subscreve o canal Rádio Portuense e ativa as notificações 👇

Contudo, por intermédio de Pedro Ortigão, citado no site oficial do RallySpirit, a organização assegura que estará naturalmente atenta ao evoluir da situação: “Em caso de força maior, também estamos preparados para voltar com a decisão atrás e inviabilizar o evento este ano”. “Será muito importante cumprir e fazer cumprir as medidas excecionais de saúde pública que estiverem em vigor, de forma a garantir a segurança de todos”, sublinhou.

Fonte e texto: porto.pt

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas