Estabelecimentos comerciais em Gaia abertos até às 23 horas

Os estabelecimentos comerciais existentes em Vila Nova de Gaia, vão poder continuar abertos até às 23 horas, mantendo os horários de encerramento que vigoravam antes da declaração da situação de contingência, adiantou esta quinta-feira a câmara.

“Relativamente ao funcionamento de comércio a retalho e prestação de serviços, podem abrir antes das 10 horas os salões de cabeleireiro, barbeiros, institutos de beleza, restaurantes e similares, cafetarias, casas de chá e afins, escolas de condução e centros de inspeção técnica de veículos, bem como ginásios e academias. Estes estabelecimentos poderão manter os horários de abertura que atualmente praticam. Mantêm-se os horários de funcionamento em vigor, desde que nestes esteja fixado o encerramento até às 23 horas”, descreve a Câmara de Gaia em comunicado, citado pelo JN.

A autarquia especifica que “excetuam-se desta regra, podendo manter os horários de encerramento que atualmente praticam”, os estabelecimentos de restauração exclusivamente para efeitos de serviço de refeições no próprio estabelecimento, bem como restaurantes que prossigam a atividade de confeção destinada a consumo fora do estabelecimento ou entrega no domicílio, entre outros.

Em causa estão as regras a cumprir devido às contingências da pandemia da covid-19, que já provocou mais de 941 mil mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 1.888 em Portugal.

Segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), Portugal tem 66.396 casos confirmados de infeção.

O Governo aprovou em Conselho de Ministros um conjunto de “medidas preventivas”, estando Portugal continental em situação de contingência desde terça-feira para controlar a pandemia.

Os ajuntamentos de pessoas estão limitados a 10 pessoas, a abertura dos estabelecimentos comerciais feita a partir das 10 horas, “com exceções como sejam pastelarias, cafés, cabeleireiros e ginásios”, e é imposta a limitação do horário de encerramento dos estabelecimentos entre as 20 e as 23 horas, por decisão municipal “em função da realidade específica” em cada concelho.

Entre as medidas decididas no Conselho de Ministros está também a limitação, nos restaurantes, cafés e pastelarias a 300 metros das escolas, de quatro pessoas por grupo, salvo se forem do mesmo agregado familiar.

Nas áreas de restauração dos centros comerciais também é imposto o mesmo limite máximo de quatro pessoas por grupo.

Os restaurantes podem continuar abertos até à 1 hora, podendo receber clientes até às 0 horas para refeições.

A câmara de Vila Nova de Gaia também divulgou esta quinta-feira que “no que respeita ao modelo de funcionamento dos serviços municipais, será dado cumprimento à regra do desfasamento de horários de trabalho”, garantindo que não haverá “repercussão no atendimento aos munícipes”.

Entre outras medidas, como as equipas espelho, a autarquia liderada por Eduardo Vítor Rodrigues aponta que os pavilhões municipais reabrem segunda-feira “para uso exclusivo dos escalões de formação dos clubes” e que esta utilização está condicionada à entrega do plano de treinos de cada escalão e da identificação dos atletas, reservando o município a prerrogativa de impedir treinos que violem as normas estabelecidas.

Já as piscinas municipais de Vila Nova de Gaia vão manter-se encerradas.

FOTO: Rui Oliveira/ Global Imagens

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas