Marginal em risco de ruir gera preocupação

No enrocamento da marginal de Vila do Conde, existem pedras em falta, o que origina preocupação a Joana Lima, uma dos três deputados presentes, esta segunda-feira, na Assembleia da República que visitaram o local.

A responsabilidade da situação recaí sobre a Docapesca, tutelado pelo Ministério do Mar, e os socialistas prometem pressionar para que a situação seja resolvida o quanto antes. Além disso, “cabe à Câmara a obrigação de agir”, para salvaguardar a segurança de todos. Joana Lima, atira ainda que, deviam “pelo menos, fechar a via e interditar a praia”.

Segundo o Jornal de Notícias, a deputada continuou dizendo que “são problemas que têm de ser rapidamente resolvidos. Está em causa toda uma estrutura e, pelo que aparenta, a própria marginal”. Trata-se de cerca de 800 metros de claros sinais de degradação, sendo que, entre a praia e a estrada, há cerca de 10 metros de desnível.

Há 15 dias, Elisa Ferraz, presidente da Câmara, mostrou o perigo ao ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, que não deixou promessas de remendar a situação.

Fonte: JN

Foto: JN

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas