Burlonas detidas por furto de ouro em Gondomar

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial de Fânzeres, no dia 14 de fevereiro, deteve duas mulheres de 30 e 37 anos por burla e furto em residência, no concelho de Gondomar.

Na sequência de uma denúncia de burla e furto em residência, os militares da Guarda encetaram um conjunto de diligências policiais que permitiram localizar as suspeitas no interior de um estabelecimento comercial, local onde se tinham refugiado e tentado dissimular os objetos furtados, após se aperceberem da presença dos militares nas imediações.

No decorrer da ação foi apreendido o seguinte material:

  • Duas pulseiras em ouro;
  • Um par de brincos em ouro;
  • Um relógio de bolso banhado a ouro;
  • Sete anéis em ouro;
  • 770 euros em numerário.

O material recuperado foi entregue aos legítimos proprietários.

As detidas, com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, foram presentes ontem, dia 15 de fevereiro, a primeiro interrogatório no Tribunal Judicial do Porto, onde lhes foram aplicadas as medidas de coação de apresentações bissemanais no posto policial da sua área de residência, proibição de frequentar o concelho de Gondomar e proibição de contacto entre as arguidas.

Para prevenir as burlas, a Guarda destaca os seguintes conselhos:

  • Não forneça informações pessoais ou de conhecidos a indivíduos estranhos;
  • Não confie em indivíduos estranhos, bem-falantes e cheios de boas intenções;
  • Desconfie de esquemas que lhe ofereçam dinheiro fácil;
  • Não demonstre estar sozinho, mesmo que não esteja ninguém em casa;
  • Caso desconfie de algo, deve ligar imediatamente para a GNR.

Notícias relacionadas