Suspeito de abuso sexual apanhado no carro com menor em Gaia

A Polícia Judiciária (PJ) deteve na quarta-feira um suspeito de abuso sexual de crianças e pornografia de menores em Oliveira do Douro, concelho de Vila Nova de Gaia, indicou, esta quinta-feira, aquela força policial. Em comunicado, a PJ indica que, através da Diretoria do Norte, identificou e deteve um homem de 22 anos pela presumível autoria de crimes ocorridos desde janeiro até ao presente. “No dia 17 de julho [quarta-feira], autor e menor foram localizados no interior de viatura, estacionada em local isolado, sem iluminação e associado a práticas de cariz…

Ler mais

Tribunal do Porto condena 119 pessoas por corrupção com cartas de condução

Carta de condução

O Tribunal São João Novo, no Porto, condenou esta segunda-feira 119 pessoas, entre instrutores, examinadores e alunos de escolas de condução do Grande Porto, a penas de prisão efetiva e suspensa por participarem num esquema de corrupção com cartas de condução. O julgamento, que iniciou em setembro de 2017, começou com 131 arguidos, mas nove tiveram suspensão provisória do processo e, entretanto, dois morreram, diminuindo assim para 120. Destes 120 arguidos, seis deles, entre instrutores e examinadores, foram condenados a penas efetivas entre os cinco anos e seis meses e dez…

Ler mais

Detido por abusos sexuais a um rapaz e uma menina em Gaia

Um homem, de 66 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por ser suspeito da autoria dos crimes de abuso sexual de crianças e rapto, em Vila Nova de Gaia.  De acordo com um comunicado da PJ, foi feita uma denúncia por parte de familiares das vítimas. “A Polícia Judiciária tomou conhecimento de que o suspeito, no passado mês de junho, pelo menos por duas vezes, praticou atos sexuais de relevo com dois menores, um rapaz de onze anos e uma menina de sete anos de idade”, pode ler-se. O mesmo…

Ler mais

Prisão preventiva para dois suspeitos de atear incêndio em prédio do Porto

Dois de três suspeitos de atear incêndio em prédio do Porto em prisão preventiva Dois dos três homens suspeitos de prática de crimes de incêndio urbano agravado, homicídio e coação agravada, ocorridos a 02 de março na baixa do Porto, ficaram esta segunda-feira em prisão preventiva, segundo decisão do Tribunal de Instrução Criminal. Na passada sexta-feira, a PJ esclareceu que os detidos, com idades entre os 20 e 40 anos, serão responsáveis por dois incêndios, que atearam com recurso a um produto acelerante de combustão, em duas datas distintas, tendo…

Ler mais

Detido por abusar de criança de 10 anos no Porto e em Gondomar

Segundo um comunicado da PJ, a diretoria do Norte identificou e deteve o homem, sapateiro de profissão, na sequência de uma denúncia que indicava que o suspeito obrigava a criança, desde os 9 anos, “à prática de atos sexuais de relevo”. A diretoria do Norte acrescenta que, presumivelmente, os abusos aconteciam nas residências onde a menor se encontrava, nomeadamente no Porto e em Gondomar. “O agressor era amigo da família e frequentava a casa dos familiares da menor em diferentes momentos, nomeadamente em dias festivos, alturas em que, quando se…

Ler mais

PJ faz buscas em 18 câmaras do Norte e Centro do país

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quarta-feira buscas em 18 autarquias do Norte e Centro do país, no âmbito de uma investigação a suspeitas de práticas de corrupção, tráfico de influências, participação económica em negócio, prevaricação e abuso de poder. De acordo com comunicado enviado às redações, o inquérito é titulado pelo Ministério Público – DIAP de Coimbra. Esta quarta-feira, no âmbito da operação “Rota Final”, realizaram-se “buscas domiciliárias e não domiciliárias, em autarquias, entidades públicas e empresas, relacionadas com a existência de um esquema fraudulento da viciação de procedimentos de contratação…

Ler mais

Homem suspeito de violação detido em Gondomar

Um homem foi detido pela Polícia Judiciária (PJ), em Gondomar, no cumprimento de mandados de detenção, pela presumível autoria do crime de violação. Na sequência de denúncia por parte da vítima, ex-companheira do agressor, a PJ tomou conhecimento que, na passada sexta-feira, o suspeito agrediu sexual e fisicamente com grande violência a mulher, provocando-lhe sérias lesões. Tais atos de violência ocorreram na casa da vítima, na cidade de Gondomar. O detido, de 55 anos e motorista, foi presente a primeiro interrogatório judicial, ficando sujeito às medidas de coação de apresentações…

Ler mais

PORTO: Detido pai que abusava da filha desde os 10 anos

Um homem de 54 anos, residente no Porto, foi detido por suspeita de ter abusado sexualmente da sua filha desde que esta tinha dez anos, sendo que atualmente já tem 15. A Polícia Judiciária adiantou, através de comunicado, que a denúncia foi feita pela própria jovem, que contou que o pai a obrigava à prática de atos sexuais. Os abusos sexuais aconteciam na casa do suspeito na cidade do Porto e já duravam há pelo menos cinco anos. O homem já foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo ficado em…

Ler mais

Gondomar: Enfermeira burlou paciente em quatro milhões de euros

A Polícia Judiciária deteve, em Gondomar, uma mulher, de 62 anos, após a denúncia da família de uma paciente a quem prestava apoio domiciliário. Em causa está a suspeita de crimes de burla e de branqueamento. A assistente de enfermagem aproveitou-se “do debilitado estado de saúde e de consciência da vítima, em razão da avançada idade e condição médica devidamente diagnosticada e medicada”, adiantou a PJ, através de comunicado. “Astutamente [a detida] começou por controlar e dominar todos os aspetos da vida desta, sendo por isso conhecedora do seu vasto…

Ler mais

Gémeo fugitivo do tribunal do Porto agredia a namorada

Um tribunal do Porto condenou, esta terça-feira, a dois anos e 10 meses de prisão, por agredir a namorada e conduzir sem carta, um dos três homens que fugiram do Tribunal de Instrução Criminal daquela cidade em 2018. No caso agora decidido pelo Tribunal de São João Novo, no Porto, ficou provado que Emanuel Santos, de 35 anos, agrediu e insultou a vítima por várias vezes. Não se provou, contudo, a acusação do Ministério Público (MP) de que o arguido teria sequestrado a mulher ao longo de seis dias na…

Ler mais