PSP do Porto tem listas atualizadas de pessoas obrigadas a confinamento

A PSP do Porto dispõe de listas atualizadas das pessoas que estão obrigadas a confinamento, podendo conduzi-las a casa voluntariamente ou à força, situação que gera uma participação ao Ministério Público, indicou hoje fonte desta autoridade policial. José Ferreira, comissário da Divisão de Trânsito da PSP do Porto, descreveu à agência Lusa que “quem viola o dever de confinamento obrigatório, automaticamente incorre num crime de desobediência”, podendo, “em último recurso, ser mesmo detido”, embora preferencialmente seja “conduzido a casa por livre vontade ou à força, num quadro em que ambos,…

Ler mais

Jovem morre atropelada no passeio em Matosinhos. Condutor em fuga

Uma mulher com cerca de 30 anos morreu na quinta-feira em Matosinhos atropelada por um automobilista que se colocou em fuga. “O condutor colocou-se em fuga, deixando a viatura no local”, disse à Lusa fonte da PSP, que está a investigar as circunstâncias do acidente. Segundo a PSP, a vítima “terá sido colhida no passeio”. O alerta às autoridades foi feito às 22.46 horas, referiu uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro do Porto. Os bombeiros de Leixões e São Mamede de Infesta e a Viatura Médica de…

Ler mais

É preciso andar com um documento passado pela entidade patronal para ir trabalhar? Falso!

Está a circular nas redes sociais um falso aviso com o logotipo da PSP e que afirma ser “obrigatório estar na presença da declaração emitida” pela entidade empregadora (“o teu serviço”) para atestar que estão a trabalhar. Mais, a “declaração controlo policial” deve indicar o local de trabalho e respetiva morada, bem como a morada do funcionário. A PSP esclarece que a publicação, “ainda que use o logotipo” da Polícia de Segurança Pública não foi efetuada por esta força policial. Através da página oficial no Facebook, a PSP realizou ainda um…

Ler mais

Mulher detida em Gaia por desobediência ao abrigo do estado de emergência

Uma mulher foi constituída arguida por ter passado a cerca sanitária de Ovar, e, em Vila Nova de Gaia, uma mulher foi presente a tribunal por ter saído de casa quando estava em isolamento. Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana refere que está a realizar uma operação que visa o controlo, fiscalização e vigilância das medidas impostas pelo estado de emergência devido à pandemia de Covid-19, que entrou em vigor às 00h00 de domingo. Em Vila Nova de Gaia, foi detida em flagrante delito uma mulher de 40 anos pelo crime…

Ler mais

Há fraudes na internet usando o assunto coronavírus

A PJ explica que contextos de crises internacionais são tradicionalmente explorados por atores hostis do ciberespaço para promoverem campanhas de ciberataques. A Polícia Judiciária divulgou um comunicado no qual alerta para os perigos de ciberataques no contexto da pandemia de Covid-19. A título de exemplo, a PJ explica que anda a circular informação sobre a Covid-19 Tracker, que é apenas uma aplicação capaz de infetar “equipamentos com malware”, alerta a Judiciária. Os contextos de crise de proporções internacionais são, tradicionalmente, explorados por atores hostis do ciberespaço para sustentarem as suas campanhas…

Ler mais

Detido homem suspeito de violar jovem deficiente no Porto

A Polícia da Judiciária (PJ) deteve um homem suspeito de violar em dezembro uma jovem num edifício em construção, na cidade do Porto, o qual já tinha cumprido penas de prisão por “crimes violentos”, anunciou aquela força esta sexta-feira. “No dia 23 de dezembro de 2019, o arguido, trabalhador de construção civil, atraiu uma jovem de 18 anos e com evidente atraso cognitivo, moradora numa habitação vizinha à referida obra, onde a terá violado. Para conseguir os seus intentos, face à resistência da vítima, usou de violência física, subjugando a…

Ler mais

Militar da GNR espancado por 20 homens num bairro do Porto

Um militar da GNR de Braga foi agredido na terça-feira no Bairro da Pasteleira Nova, no Porto, e teve necessidade de assistência hospitalar, mas já teve alta, disse hoje fonte daquela força à Lusa. Segundo a fonte, a vítima é um militar do Núcleo de Investigação Criminal de Braga, estava a proceder a uma diligência no âmbito de um inquérito, juntamente com outros elementos da mesma força. “Juntaram-se cerca de 20 indivíduos e o militar foi agredido”, acrescentou a fonte. Já foram detidos dois suspeitos, mas a fonte considera que,…

Ler mais

Carro estacionado em rua do Porto incendiado duas vezes em 48 horas

Fonte do Comando Metropolitano da PSP do Porto referiu que o incêndio ocorreu à 01:28, na Rua Dr. Alves da Veiga, atingindo o veículo já semidestruído pelo fogo cerca de 48 horas antes. “O fogo acabou por danificar um pouco a fachada do edifício em frente ao local onde o automóvel estava”, segundo fonte. O Batalhão de Sapadores Bombeiros confirmou ter sido chamado a combater o incêndio, sem fornecer detalhes. A PSP reiterou informações dadas após o primeiro incêndio, afirmando que a sua Divisão de Investigação Criminal da PSP está a tentar apurar o que se passou. Os…

Ler mais

Carro e contentores incendiados de madrugada no Porto

A PSP investiga as causas de um incêndio que na madrugada de terça-feira destruiu um automóvel estacionado numa rua do Porto e os Bombeiros Sapadores registaram “três ou quatro” incêndios em contentores, um deles nas primeiras horas desta quarta-feira. Segundo fontes da PSP e do Batalhão de Sapadores Bombeiros, um incêndio destruiu, durante a madrugada de terça-feira, um automóvel que se encontrava estacionado na Rua Dr. Alves da Veiga, no Porto. “Estamos a apurar o que se passou através da nossa Divisão de Investigação Criminal. O proprietário disse que tinha…

Ler mais

Mãe e filha detidas por desacatos em unidade de saúde no Porto

Duas mulheres, mãe e filha, foram detidas na unidade de saúde de Nevogilde, no Porto, onde insultaram uma médica e polícias, além de causarem danos num consultório, disse hoje fonte da PSP. Tudo começou pouco antes das 18h00 de quinta-feira no consultório de uma médica, de 65 anos, e as protagonistas dos incidentes foram uma mulher de 73 anos e a sua filha, de 42. Segundo a polícia, as duas utentes “adotaram uma atitude agressiva” perante a médica, alegadamente por questões “cuja resolução supostamente ultrapassavam as competências dessa mesma médica”.…

Ler mais