GAIA: Homem julgado por matar e enterrar inquilina

Um homem de 42 anos (acusado de matar uma mulher de 30, a quem arrendara um quarto, e de enterrar o corpo numa mata) vai começar a ser julgado esta quarta-feira, no Tribunal de São João Novo, no Porto.

Fonte judicial disse esta terça-feira que o arguido está em prisão preventiva à ordem do processo, sendo acusado de homicídio qualificado e de profanação de cadáver. Numa acusação deduzida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal, em abril de 2018, refere-se que o crime ocorreu na madrugada de um de outubro de 2015 e que o arguido escondeu o corpo durante algumas horas num quarto, enterrando-o depois numa zona florestal de Vila Nova de Gaia.

O arguido fugiu entretanto para França, onde foi detido dois anos depois e, nessa altura, indicou o local exato onde enterrara o corpo. Perante as autoridades, o arguido alegou que a mulher morreu acidentalmente ao bater com a cabeça, uma tese que o Ministério Público rejeita.

O início do julgamento está marcado para as 09h45 de quarta-feira na Unidade Processual 1, Juiz 1, do Tribunal de São João Novo, no Porto.

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas