Vídeo de médico obrigado a rejeitar abraço do filho torna-se viral

O momento emotivo acontece quando o clínico saudita entra em casa.

O vídeo de um médico, na Arábia Saudita, que se emociona por não poder abraçar o próprio filho ao chegar a casa, está a torna-se viral. O momento evidencia o lado mais exigente do isolamento social, em especial para profissionais de saúde que lidam diariamente com doentes de Covid-19.

A criança corre na direção do pai, de braços abertos, no momento em que ele entra em casa. O médico saudita, ainda com as roupas de trabalho, retrai-se e faz sinal para que o filho se afaste. No mesmo momento, coloca-se de cócoras em frente ao rapaz e leva a mão à cara, num sinal de cansaço e desespero por não poder abraçar o filho.

É um vídeo muito breve, de apenas seis segundos, mas que em poucos dias teve mais de 11 milhões de visualizações no Twitter.

Subscreve o nosso canal

A pandemia de Covid-19 está a obrigar pessoas em todo o mundo a manter o isolamento social, medida exigente que por vezes coloca famílias à distância.

A Arábia Saudita registou este domingo um aumento de 100 casos de infetados, em 24 horas, elevando o total para mais de 1.200. Pelo menos quatro pessoas morreram vítimas do novo coronavírus no país.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Artigo Fonte: SIC

Notícias relacionadas