Universidade do Porto estuda as consequências do Covid-19

Faculdade de Medicina da Universidade do Porto desenvolveu um projeto para combater o processo inflamatório provocado pelo novo coronavírus.

Segundo o jornal Portal de Notícias do Porto, esta é uma investigação que conta com o apoio do Centro Hospitalar Universitário de São João e com a Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto.

Nesta investigação procura-se avaliar e comparar o estado inflamatório e encontrar uma solução para essa mesma inflamação provocada em doentes infetados pela COVID-19. Ou seja, a FMUP tenta perceber qual é o motivo para haver tantas inflamações graves e o porquê do organismo não as conseguir combater.

Este projeto vai conceder ainda a oportunidade de identificar novos alvos terapêuticos e reconhecer os tratamentos mais eficazes para combater a desregulação inflamatória e a falência multiorgânica.

Esta investigação é coordenada por António Albino Teixeira, investigador e professor catedrático da FMUP, é financiada pela linha “RESEARCH 4 COVID-19”, da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

A linha da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, foi criada com o intuito de melhorar a resposta do Serviço Nacional de Saúde no combate à pandemia.

Foto: BBC

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas