121 concelhos com novas medidas de combate à pandemia da Covid-19

António Costa anunciou no final da tarde deste sábado as novas medidas que abrangem 121 concelhos com o objetivo de combater a pandemia da Covid-19. Lisboa e Vale do Tejo e o Grande Porto estão incluídos nesta lista de concelhos mais atingidos.

António Costa começou o anúncio ao país por recordar o esforço que todo o país fez durante a primeira fase da pandemia, através de gráficos que o ajudaram no raciocínio ao longo de toda a conferência de imprensa.

Na hora de começar a informar as novas medidas, deixou claro que o grande desafio que o país tem pela frente é o de conter a pandemia, sem prejudicar em níveis elevados, a economia nacional, dizendo, ainda, que o mês de novembro será bastante duro.

Medidas de reforço ao SNS24

O primeiro ministro começou por dizer que a linha de SNS 24 foi reforçada, com a capacidade de testagem média diária a ser mais de 24 mil testes e que a partir do dia 9 de novembro os testes rápidos começam a ser utilizados. Voltou a apelar o uso da aplicação StayAway Covid, que já conta com mais de 2 milhões de downloads. O primeiro-ministro defendeu a utilização desta medida mostrando que a app vai libertar enfermeiros e funcionários de saúde. Confirmou que 96,6% das pessoas infetadas com a doença estão a recuperar em casa, sendo que na última semana se registou uma média de 73 internamentos por dia e assegurou existirem 362 camas disponíveis para a Covid. O Reforço do SNS passa pela reativação de espaços de retaguarda e contratação de enfermeiros reformados para rastreio de contactos, pelo reforço de 202 camas em Cuidados Intensivos (52 já disponíveis, 50 até ao dia 31 de dezembro e 100 no primeiro trimestre de 2021), e pelo regime excecional de contratação de enfermeiros para cuidados intensivos. Também o SNS24 irá emitir declarações de isolamento, uma forma de poupar trabalho aos médicos de família e autoridades de saúde.

Regras simples de combate à Covid-19

António Costa relembrou existirem cinco regras base de combate à pandemia que devem ser cumpridas por todos nós:

  1. Uso de máscara em locais fechados e na via pública, sempre que não se consiga cumprir o distanciamento;
  2. Cumprir o distanciamento obrigatório;
  3. Cumprir a etiqueta respiratória, querendo isto dizer que, sempre que alguém tossir ou espirrar o deve fazer para o cotovelo e não para a mão, pois é uma forma de impedir que outras pessoas toquem em superfícies nas quais tocamos com as mãos anteriormente;
  4. Desinfetar as mãos;
  5. Utilização da aplicação StayAway Covid;

Medidas para os 121 concelhos mais afetados pela pandemia

António Costa informou que o Centro Europeu de Controlo de Doenças considera importante utilizar o critério de 240 casos por 100 habitantes nos últimos 14 dias, como valor de descontrolo da pandemia. Este foi um critério utilizado nas regiões de Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira e que agora será aplicada aos restantes concelhos. Para além disso, o primeiro ministro apelou à responsabilidade individual de cada um, pois só assim é que se consegue combater da melhor forma a propagação da pandemia.

Sendo assim, as medidas adotadas para os 121 concelhos mais afetados pela pandemia são, as seguintes:

  • Dever cívico de recolhimento domiciliário;
  • Desfasamento de horários;
  • Encerramento de estabelecimentos comerciais a partir das 22 horas e os restaurantes têm de encerrar até às 22h30, com um máximo de 6 pessoas na mesma mesa (salvo se forem do mesmo agregado familiar);
  • Eventos e celebrações limitados a cinco pessoas;
  • Teletrabalho obrigatório, salvo impedimento do trabalhador;
  • Proibidas feiras e mercados levantes;

Fonte: JN

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas