Homem detido por agredir a mulher grávida no Porto

Um homem de 32 anos, com antecedentes criminais, foi detido esta segunda-feira no Porto por suspeita de violência doméstica sobre a ex-companheira, de 27 anos, a quem terá ameaçado de morte, tendo-lhe sido aplicada pulseira eletrónica, anunciou a GNR.

Segundo um comunicado da Guarda, o suspeito, “habitual consumidor de drogas, com antecedentes criminais por violência doméstica contra mesma vítima, terá agredido física e verbalmente e ameaçado de morte a sua ex-companheira, de 27 anos, durante os cinco anos de relacionamento”.

“Algumas destas agressões ocorreram durante a gravidez do filho de ambos, facto que levou à separação do casal”, refere ainda a GNR.

Após a separação, continua a publicação, o “arguido continuou a tentar controlar os movimentos e rotinas da vítima, sob o pretexto de conseguir ver o filho de ambos”, situação que levou ao “cumprimento do mandado de detenção” por parte do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) do Porto.

Presente a primeiro interrogatório judicial hoje no Tribunal de Instrução Criminal do Porto, lê-se na nota de imprensa, ficou “sujeito às medidas de coação de afastamento da residência da vítima e de frequentar os mesmo locais que esta, proibição de contactar a vítima por qualquer meio e proibição de adquirir e deter armas, medidas estas controladas por pulseira eletrónica”.

Fonte: LUSA

PUB - Suscreve o nosso canal Youtube e ativa as notificações 👇

Notícias relacionadas